Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

segunda-feira, 3 de outubro de 2011

Homenagem aos Idosos



Aproveitando a comemoração do Dia do Idoso, festejado no último sábado, a postagem de hoje presta uma homenagem ao idoso brasileiro.

A Data

O Dia do Idoso é comemorado no Brasil no dia 1º de Outubro e tem como objetivo a valorização do idoso.

Até o ano de 2006, esta data era celebrada no dia 27 de Setembro, porém, em razão da criação do estatuto do idoso em 1º de Outubro, o dia do idoso foi transferido para esta data de acordo com a lei número 11.433 de 28 de Dezembro de 2006.

Segundo o Censo 2010, feito pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Brasil tem cerca de 20 milhões de idosos, o que corresponde a aproximadamente 10% da população do país. A maioria (6,5 milhões) tem entre 60 e 64 anos. Belo Horizonte, Salvador, São Paulo e Rio de Janeiro são as capitais com maior número de idosos. Projeções da Organização das Nações Unidas (ONU) indicam que o Brasil terá, em 2050, 22,5% da população com mais de 65 anos.


Idosos e a Música

Em diversas postagens, abordei os efeitos e benefícios da música para o público idoso. Hoje, compartilho uma matéria publicada pelo jornal Gazeta do Povo, a qual relata o lindo trabalho da musicoterapeuta Claudimara Zanchetta com idosos moradores de uma instituição:


Claudimara e os Velhos Guris


Eles não querem choro nem vela

O Recanto do Tarumã existe há 90 anos e abriga 105 idosos. Em 2003, durante testes musicais para formar uma bandinha de vanerão, Claudimara Zanchetta encontrou ali a fina-flor da boemia e do samba. Em dois meses, lançam segundo CD.
Veja aqui a matéria na íntegra.


Para finalizar, deixo a letra e o vídeo da música Envelhecer, do Arnaldo Antunes:

Envelhecer
Arnaldo Antunes


A coisa mais moderna que existe nessa vida é envelhecer
A barba vai descendo e os cabelos vão caindo pra cabeça aparecer
Os filhos vão crescendo e o tempo vai dizendo que agora é pra valer
Os outros vão morrendo e a gente aprendendo a esquecer

Não quero morrer pois quero ver
Como será que deve ser envelhecer
Eu quero é viver pra ver qual é
E dizer venha pra o que vai acontecer

Eu quero que o tapete voe
No meio da sala de estar
Eu quero que a panela de pressão pressione
E que a pia comece a pingar
Eu quero que a sirene soe
E me faça levantar do sofá
Eu quero pôr Rita Pavone
No ringtone do meu celular
Eu quero estar no meio do ciclone
Pra poder aproveitar
E quando eu esquecer meu próprio nome
Que me chamem de velho gagá

Pois ser eternamente adolescente nada é mais demodé
Com uns ralos fios de cabelo sobre a testa que não para de crescer
Não sei por que essa gente vira a cara pro presente e esquece de aprender
Que felizmente ou infelizmente sempre o tempo vai correr








Referências:


http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2011-10-01/no-dia-do-idoso-pais-tem-pouco-comemorar

http://pt.wikipedia.org/wiki/Dia_do_Idoso

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante, todos que são publicados são respondidos, mas antes de escrever, leia as normas do blog:

Você pode: Opinar, elogiar, criticar, sugerir, debater e discordar.
Mas NÃO PODE ofender, insultar, difamar, divulgar spam, fazer racismo, ou qualquer tipo de conteúdo ilegal, além de usar palavras de baixo calão.

Obrigada por sua participação, fico na expectativa de seu retorno!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Blogger Templates